No tempo em que a Netflix não deletava séries que estou vendo

Sou uma dessas pessoas estranhas (se não for a única) que assiste a maioria dos programas quando eles já saíram do ar. Acontece que eu estava no meio de uma maratona bem preguiçosa de How I Met Your Mother e descobri que a série iria sair do catálogo da Netflix. Corri que nem doida pra terminar antes do dia 01 de julho, a data limite.
Nem precisava ter corrido tanto. As temporadas 6 a 9 ainda vão continuar um pouquinho. A previsão é que todas as séries da Fox saiam até o fim do ano. :/ Uma pena, né. Nem fui ver Sons of Anarchy, nem Buffy – a Caça Vampiros e nem Modern Family. Haja tempo pra tanto episódio.

Perdi a chance, Charlie

Tive que me dedicar à maratona que já estava em curso. Afinal, HIMYM tem 9 temporadas de 24 episódios em média. É muito episódio, cara. São curtos, é verdade. Mas, são muitos. Em alguns momentos tive a sensação de que um episódio aqui e outro acolá não precisava ter sido produzido. Poderia ter acabado na oitava temporada? Talvez. Quase certeza.
Apesar dos trancos e barrancos, (e vários deslizes que você pode concordar ou discordar neste post do Buzzfeed), eu gostei da série e também do final que foi ao ar em 2014. Sou atrasada meixxmo. Muita gente não curtiu. Diz que a Robin não deveria ter ficado com o Ted – 3 anos depois não é mais spoiler, tá gente. Romântica sem vergonha que sou, torci demais pelo que o Ted sentia. Pra mim foi legal isso. Ele ter vivido a vida e não ter ficado deprimido pra sempre quando ela casou com o melhor amigo dele. Depois de tudo, o mundo deu voltas e a cabeçona da Robin entendeu que ele era o cara. Sorte dela ainda ter dado tempo. Sorte dela os roteiristas terem matado a Tracy só pra ela ficar com ele. Nem todo mundo tem essa sorte. Ainda mais na ficção.
Assistindo beeeem depois da galera, perco os memes, as discussões, as tretas e tudo mais. Aqui me reservo a abolir qualquer tipo de comparação com outras séries. Particularmente eu gosto de narrativas nesse universo “grupo de amigos”. Amo Friends, gostei de New Girl e até de Jack e Jill que muita gente nem lembra que existiu. Todas elas têm defeitos e qualidades, mas como boa consumidora de enlatados fecho os olhos pra algumas coisas, principalmente se o enredo me fizer dar umas boas risadas. Em algum momento vou revirar os olhos? Sim. Mas, faz parte da vida neam. Até a realidade nos causa repulsa sempre, avalie produtos fictícios.
Se eu indico How I Met Your Mother? Indico sim. É uma série leve com situações que vão te arrancar risadas cedo ou tarde. Tem romance pra quem curte também. Há quem discorde, é claro.

Concordo com muitas palavras do post acima, mesmo entendendo que a série foi escrita e produzida em outro momento do mundo. Não é um produto impecável. Politicamente correto. Mas, reflete o público para o qual foi produzido tanto ontem quanto hoje.  Ainda hoje é assim sim.

Anúncios

2 comentários em “No tempo em que a Netflix não deletava séries que estou vendo

  1. Vc acredita se eu disser que assisti varias temporadas pensando que so iam revelar quem era a mae no final, sendo que eles ja tinham dito no começo e eu nao vi kkkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s