No tempo em que eu amava Gilmore Girls

Estou maratonando loucamente Gilmore Girls.
Tenho 5 dias para terminar a 7ª e última temporada da série, antes que o revival produzido pela Netflix vá ao ar em 25 de novembro.

Início da série em 2000
Início da série | 2000
Imagem de divulgação | 2016
Imagem de divulgação | 2016

Quando a série surgiu eu me apaixonei de cara. A identificação instantânea acho que foi por querer ter uma relação mãe e filha como a das Gilmore. Lorelai e Rory são amigas de verdade. Travam diálogos maravilhosos e comem como eu sempre comi a minha vida inteira. Hahaha. A diferença é que elas não engordam. Falando sério, muitas meninas da época que viviam longe ou perto da mãe devem ter desejado ser a Rory nem que tenha sido por um único programa.
Na TV aberta a série foi exibida pelo SBT. Só vi a primeira temporada, provavelmente nem completei todos os episódios. Mesmo assim, ela figurou no topo da minha lista durante muito tempo. Eu já quis até comprar os DVDs, mas não precisei. Deus abençoe a Netflix! 🙌
Assistindo agora o que deveria ter visto na década de 2000 enxerguei a trama de um jeito diferente. Agora eu tenho a idade da Lorelai no início da série e não a da Rory como na primeira vez que assisti. Apesar de não ter filha, ficou mais perto de mim a realidade da trintona responsável que prefere ficar em casa assistindo filme. Ou lendo, se for pra fazer um contraponto com os hábitos da filha.
Falando em filha, Rory escolheu a profissão que eu queria pra mim: jornalista. Assistir na época da exibição real talvez tivesse tido mais influência ainda na minha propensão a trabalhar na área. Será que eu teria escolhido a publicidade? 😀 Teria sim. Amo o que eu faço e outros fatores que não cabem nesse texto me trouxeram até aqui. Porém, não poderia deixar de falar disso. Quantas pessoas não quiseram ser médicas vendo Grey’s Anatomy?
Quando anunciaram o revival fiquei surpresa com a quantidade de amigos meus que curtiam Gilmore Girls. Eu não tinha noção mesmo do sucesso da série. Achava que só eu e minha prima Joziane curtíamos aquele universo. Senti uma alegria de pertencimento. Que bom ter mais gente para compartilhar, comentar e chorar junto.
Sim. Tem drama. Sim. Chorei no trailer A Year in the Life. Quer chorar também?

Daqui até o dia 25 acho que ainda vou chorar muito, rs. Inclusive de ansiedade.
Até lá tem episódio pra ver e spoiler pra fugir (já me deparei com um). Vai ser difícil, mas vou conseguir.
Nesse momento ainda não decidi se sou mais Lorelai ou se sou mais Rory. Um daqueles testes do Facebook sentenciou que eu sou a Lane. Vou me conformar com essa informação por enquanto. Mesmo porque eu adoro essa personagem. ❤

Para saber mais sobre a série acesse Gilmore Girls Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s