No tempo em que eu tinha carnaval

flores

Acabou ‘indagorinha’ a apuração do carnaval carioca. A Beija-Flor ganhou. De novo.
Diz que com um enredo polêmico que eu não vou nem adentrar, pois desconheço totalmente o assunto.
Estava torcendo pelo Salgueiro só por causa da Vivi Araújo.
Antigamente eu até poderia ter algum conhecimento, mas neste 2015 tô por fora.
Apesar de ter ficado em casa 50% da festa não dei a mínima pras transmissões e coberturas. No máximo li matérias sobre looks, beijos e coisa e tal.
Muito diferente da ‘eu’ de outros carnavais que ficava ligada em todas as emissoras e via tudo: escolas de SP, escolas de RJ e Band Folia em Salvador. Gosto mesmo de carnaval.
Talvez seja pela variedade de outras opções que tenho hoje. É TV paga, internet, redes sociais, problemas existenciais… Acabou faltando espaço pra festa.

No sábado de festa, fui mais uma vez ao meu bloco preferido do carnaval de rua teresinense: o Sanatório Geral. Teve chuva, teve amigos, teve comida e até me permiti beber um pouquinho (ainda tô fazendo tratamento).
Me diverti deveras, só que no meio da galera fantasiada rolava uma penumbra em mim. Papis adoentado.
E não era só isso. Estou passando por uma fase difícil. Coisas minhas que estou resolvendo bem devagarzinho, porque é assim que elas são. Sei que a má fase não tarda a passar, mas vivo ansiosa pra que passe logo. Pra que eu retorne à minha espontaneidade de tantas festas que fui e que ainda vou.
Voltei pra casa cedo com a sensação de que já tinha aproveitado tudo que tinha pra aproveitar naquela noite. Queria dar meu carnaval pra outra pessoa dali em diante.

sanatório
Minha roupa foi inspirada em Woodstock.

 

Daí veio o domingo. Fui pro Salve Rainha Café Sobrenatural. Uma intervenção artística maravilhosa que busca (e consegue com maestria) ocupar espaços desativados na cidade com arte.
Além das instalações, da feira com produtos interessantes e baratos, no domingo de carnaval teve carnaval, é claro. O tema era Rainha da Carne.
Também foi excelente. Divertido. Com encontros queridos. Com a companhia da minha amiga Priscila.
E de novo a penumbra me acompanhou. Fui embora cedo novamente. Desta vez, mais impelida pelo medo de perder o ônibus.

salve
A-M-E-I o mini-leque que eles distribuíram para amenizar o calor.

Segundona eu tinha programado assistir um filminho na casa da Mônica. Infelizmente tive que ir ao hospital com meu pai. O mal estar dele piorou e me assustou. Lá se foi nosso carnaval.
Odeio quando ele fica doente e eu não posso fazer nada para ajudar. Cuido dele, mas não posso tirar a dor dele. Amor dói, cara. Pacas. O fato de estar encarando isso sozinha também me assusta pra caralho. Apesar de eu já estar trabalhando esta imagem de ‘eu, eu mesma e Irene’ numa amplitude jamais conscientizada antes.
Na terça, uma tia minha veio aqui e me sugeriu visitar a minha amiga. Eu tava sem vontade nenhuma de sair de casa, mas aceitei a sugestão pra me animar um pouco. Dois desanimados em casa não dá.
Fui e até me animei, porém os pensamentos negativos sempre voltam. Fico expulsando quando eles chegam. Uns são mais fortes. É uma luta diária que eu já venci e que vencerei novamente em breve.
Agora ele parece um pouco melhor. O que me tranquiliza. Hoje eu deveria ter voltado ao trabalho e não fui. Não deu pra deixá-lo sozinho. E desanimado. E com tontura.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Chega de negatividade por agora.
Vou finalizar postando muitas fotos de momentos lindos pra reforçar que eles são mais memoráveis do que os tristes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um bônus pra quem leu até aqui.
O ótimo samba-paródia do programa Tá no Ar que ilumina as ideias de quem gosta, mas não conhece de fato de onde vem o carnaval carioca.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s