No tempo em que eu não gostava de Amy Winehouse

Não faz muito tempo eu estava na casa da Naiara (uma de minhas melhores amigas) e vi um clipe na TV que me chamou atenção.
Não foi esse aí de cima não. Foi outro.
Uma mulher branca com voz de negra cantarolava o que seria um dos maiores sucessos daquele ano: Rehab.
Gostei do timbre, da letra e da roupa. Não via algo tão bom como aquilo fazia um tempo.
Era no ano de 2006.
Três anos depois (talvez até menos) Amy já era figurinha constante nos tablóides por conta de escândalos ultra repetitivos: Blake, drogas, álcool –  álcool, drogas, Blake.
A essa altura eu já conhecia a maioria de suas músicas e sabia que ela estava muito além da Bilboard.
Amy tinha essência. Era uma combinação explosiva de talento, rebeldia e melancolia excessiva. Ingredientes perfeitos para a construção de um mito.
Não sei se posso chamá-la assim. Se os padrões mitológicos aceitariam a inglesa que deu um up na música mundial.
Não sei, mas vou.
Um mito triste. Muitas vezes decadente. Mas, com talento incontestável.
Uma pena ela ter ido tão cedo. Gostaria de vê-la recuperada. Compondo e interpretando clássicos do soul como ninguém.

Do jeito que só ela sabia.

Eu na aula da saudade
Anúncios

2 comentários em “No tempo em que eu não gostava de Amy Winehouse

  1. concordo em gênero e número Su. A Amy possuia todos os ingredientes de uma lenda na história da música. Era um gênio, possuia a sensibilidade de um e por isso mesmo, viveu o que viveu em seus 27 anos de forma bem intensa… perdemos demais com a falta dela neste mundo ;~
    eu era fã demais!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s